UM DIAMANTE, UM CORAÇÃO... É AMOR DEMAIS!!



É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo.


       Fernando Pessoa





"Dois amantes felizes não têm fim nem morte,
nascem e morrem tanta vez enquanto vivem,
são eternos como é a natureza".

      Pablo Neruda

"Ai quem me dera ser poeta
Pra cantar em seu louvor
Belas canções, lindos poemas
Doces frases de amor"
             Tom Jobim

VER MAIS E COMPRAR 

SEMPRE, SEMPRE AMOR!!!



É impossível ser feliz sozinho...


Vou te contar
Os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração
Pode entender
Fundamental é mesmo o amor
É impossível ser feliz sozinho...

                                                        Tom Jobim
                                                                        (com sabedoria...)


Corações Partidos

Esther Rogessi

Cheguei e comigo a alegria
Parti e deixei nostalgia
Comigo levei o melhor de ti
Contigo deixei saudades sem fim!
Não pude ficar... Não é meu lugar.
Não pudeste ir... Esperas por mim,
Saudade atroz, pranto a rolar
Chuva que cai no meu caminhar
Ficamos assim... Distanciados...
... Apaixonados, Sofridos
Nunca esquecidos do amor vivido.
Nos finais de noite, quando descanso
Do pássaro... suave é o canto,
Vejo-te nua, olho pra lua... Doce encanto.


DETALHES E PREÇOS

Sossega Coração

Fernando Pessoa

Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.

Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperença a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solente pausa
Antes que tudo em tudo se transforme

TRISTE É VIVER NA SOLIDÃO....


O AMOR SE MOSTRA EM TODAS AS CORES....


ALÉM DA TERRA, ALÉM DO CÉU

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!
vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar,
o verbo pluriamar,
razão de ser e de viver.

                           Carlos Drummond de Andrade

QUANDO O CORAÇÃO FALA MAIS ALTO.... O AMOR EXPLODE NO PEITO!!!








Aprendamos, Amor

Aprendamos, amor, com estes montes
Que, tão longe do mar, sabem o jeito
De banhar no azul dos horizontes.
Façamos o que é certo e de direito:
Dos desejos ocultos outras fontes
E desçamos ao mar do nosso leito.

                               José Saramago, in “Os Poemas Possíveis”



Para não Deixar de Amar-te Nunca

Saberás que não te amo e que te amo 
pois que de dois modos é a vida, 
a palavra é uma asa do silêncio, 
o fogo tem a sua metade de frio. 


Amo-te para começar a amar-te, 
para recomeçar o infinito 
e para não deixar de amar-te nunca: 
por isso não te amo ainda. 



Amo-te e não te amo como se tivesse 
nas minhas mãos a chave da felicidade 
e um incerto destino infeliz. 



O meu amor tem duas vidas para amar-te. 
Por isso te amo quando não te amo 
e por isso te amo quando te amo. 



Pablo Neruda, in "Cem Sonetos de Amor"